São oportunas as palavras de Androulla Vassiliou, Comissária Europeia para a Cultura, ao afirmar que é nos momentos de maior crise quando a cultura deve ser preservada e estimulada para o alento da sociedade e a melhoria do quotidiano. Necessitamos, sem dúvida, de decisores que tenham esta visão humanista da sociedade de hoje para que o usufruto do bem cultural não seja uma abstracção longe do alcance de todos.

No ano em que a European Festivals Association assinala o seu 60º aniversário, como um marco histórico de solidariedade internacional em que se integra o Festival do Estoril, sentimo-nos honrados por ter a participação de um conjunto de entidades que nos permite oferecer a edição de 2012 com a tradicional riqueza e diversidade. Ao apresentar artistas consagrados e jovens talentos em início de carreira; programas contrastados, dos clássicos às estreias em Portugal; da música árabe a outras da Austrália ou México, o festival cumpre uma vez mais com a sua missão. Por isso, as co-produções com o Festival ao Largo 2012, 29º Festival Internacional de Teatro de Almada, Instituto Superior Técnico, Orquestra Metropolitana de Lisboa e o apoio da Associação Empresarial do Concelho de Cascais, tem um significado tão especial e actual.

Porque não há futuro sem passado, e o futuro começa hoje,
TEMOS FESTIVAL!

Stacks Image 413
Stacks Image 415
Stacks Image 417
Stacks Image 419
  • Stacks Image 3961
  • Stacks Image 3962
  • Stacks Image 3963
  • Stacks Image 3964
  • Stacks Image 3965